JBS paga 11 milhões de dólares a hackers

         



O Wall Street Journa publicou ontem 9, que a JBS foi vítima de um ataque cibernético no fim de maio e fez um pagamento de 11 milhões de dólares em bitcoins aos hackers. A JBS é uma processadora de carne com operações em Estados Unidos, Austrália, Canadá, Europa, México, Nova Zelândia e Grã-Bretanha

"Foi uma decisão muito difícil para nossa empresa e para mim pessoalmente", declarou André Nogueira em comunicado. "Contudo, pensamos que esta decisão devia ser tomada para evitar qualquer risco para nossos clientes".

A imprensa norte-americana informou que o pagamento do resgate foi feito em bitcoin.

A JBS havia indicado às autoridades norte-americanas que estava sendo alvo de um ciberataque com ransomware proveniente de uma "organização criminosa provavelmente sediada na Rússia", segundo a Casa Branca.

Várias empresas foram vítimas de ataques cibernéticos em grande escala.

O grupo Colonial Pipeline, alvo de um ciberataque no início de maio, admitiu ter pago aos hackers 4,4 milhões de dólares.

De acordo com a empresa de segurança Emsisoft, os hackers coletaram resgates de pelo menos 18 bilhões de dólares no ano passado.

Do Wall Street Journal/AFP/Foto: JBS