Teste do pezinho é realizado em todas as USF de Lauro de Freitas

         



Com previsão de cerca de três mil nascimentos até o final deste ano em Lauro de Freitas, o teste do pezinho - um dos primeiros exames que deve ser feito em recém-nascidos para detectar doenças metabólicas, genéticas e infecciosas - pode ser realizado qualquer dia da semana nas Unidades de Saúde da Família (USF) espalhadas pelo município. A campanha Junho Lilás reforça a importância da realização do exame no período adequado.

O superintendente da Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde, Hadson Namour, explica que o exame é obrigatório e ideal que seja feito a partir do terceiro dia de vida do bebê. "A coleta é realizada com uma gotinha de sangue retirada do calcanhar da criança. O material é encaminhado para o laboratório da Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae) para que sejam feitas as análises e verificada a presença de alterações", explicou.

Entre as doenças que o exame pode identificar estão o hipotireoidismo congênito, fenilcetonúria, anemia falciforme e fibrose cística, que podem trazer complicações para o bebê ainda no primeiro ano de vida caso não sejam identificadas e tratadas. As gestantes que fazem o pré-natal pelo SUS são orientadas desde o início da gravidez sobre a importância do teste. "Em caso positivo para alguma alteração, a APAE contacta novamente o paciente para o reteste", informou Hadson.

O exame pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Os pais ou responsáveis podem levar o recém-nascido nas USF: Santa Bárbara, Parque São Paulo, Cidade Nova, Jardim Independência, Espaço Cidadão, São Judas Tadeu, Tarumã e Pastor Israel Moreira, em Itinga. Em Portão, na USF Vila Nova, Irmã Dulce e Noel Alves Cruz. Em Areia Branca, na USF Antônio Carlos Rodrigues. No Jambeiro é realizado na USF Padre João Abel, e no Capelão, na USF Manoel José Pereira. Em Vida Nova na USF Vida Nova e no Centro na USF Chafariz.