Cinco deputados baianos assinam recurso para barrar remédios à base de maconha

         



Cinco deputados federais da Bahia assinaram um recurso que tenta barrar um projeto que autoriza a fabricação e a comercialização de medicamentos e produtos à base de cannabis (científico da maconha) no Brasil. A proposta, do deputado Fábio Mitidieri (PSD-SE), foi aprovada no dia 8 de junho, em votação apertada (18 a 17) em comissão especial da Câmara.

Entre os 129 signatários do recurso que impede o avanço do texto ao Senado estão Márcio Marinho (Republicanos-BA), Abílio Santana (PL-BA), Alex Santana (PDT-BA), Pastor Sargento Isidório e Tito, ambos do Avante-BA.

O autor do recurso é o deputado bolsonarista Diego Garcia (Podemos-PR, integrante da tropa de choque governista que já declarou que pretende vetar o projeto caso este seja aprovado. "Trata-se de matéria que, por sua complexidade e grande impacto na vida dos cidadãos, deve ser exaustivamente analisada e debatida pela composição plenária desta Casa", argumenta Garcia no documento protocolado na segunda-feira (22).

O projeto tramitava na comissão de forma terminativa, ou seja, se aprovado, seguiria para o Senado. A análise foi marcada por tentativa de obstrução de deputados aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que já disse que vetaria o projeto.

Se o recurso for aprovado, o texto terá que ser votado pelo plenário da Câmara.
Do Metro1