´Não calço os sapatos do presidente`, diz Mourão





O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou nesta 6ª feira (20.ago.2021) que o pedido de impeachment de ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) “está dentro do que prevê a Constituição”. Mourão, no entanto, evitou dizer se encaminharia um pedido do tipo caso fosse presidente.

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que a sua © Bruno Batista /VPR O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou que a sua
No sábado (14.ago), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que enviaria ao Senado um pedido de afastamento de Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Os ministros têm sido alvos de críticas e insultos públicos de Bolsonaro.

“Eu não sou o presidente. Eu não calço os sapatos do presidente. A minha situação é muito mais confortável”, afirmou Mourão em conversa com jornalistas nesta manhã na chegada à Vice-presidência.

“Acho que o pedido de impeachment está dentro do que prevê a Constituição. Compete ao Senado, começa pelo presidente do Senado analisar e ver se é o caso de colocar em andamento. Então, mais uma vez, é luta política. Dentro daquilo que prescreve a Constituição”, declarou.

Mourão também falou sobre a autorização de Alexandre de Moraes para a operação da PF (Polícia Federal), que mirou o deputado federal Otoni de Paula (PSC-RJ) e o cantor e ex-congressista Sérgio Reis. O ministro atendeu a pedido da PGR (Procuradoria Geral da República) que investiga manifestações contra as instituições.

“É o devido processo legal. Lamentavelmente, o que ocorre é que quando um processo desses começa aí hoje, com a divulgação que a isso é dado, a pessoa imediatamente fica crucificada na opinião pública, antes de que termine o processo. Então, tem que aguardar o desenrolar disso”, disse Mourão.

Em nota, a PF afirmou que as ações têm o objetivo de “apurar o eventual cometimento do crime de incitar a população, através das redes sociais, a praticar atos violentos e ameaçadores contra a Democracia, o Estado de Direito e suas Instituições, bem como contra os membros dos Poderes”.
Do Poder 360