Governador diz que Brasil não aceita golpe de estado e que aqui não é o Afeganistão





A pressão de Bolsonaro para tentativa de golpe de Estado com as Forças Armadas e as polícias militares foi rechaçada pelo governador Rui Costa (PT). Ele disse, hoje, que a importância das instituições a serviço do Estado e não de um político ou ideologia. Não crê em participação das polícias em uma “aventura” e que o “O Brasil não vai virar o Afeganistão”.