Brasil vence o Peru e lidera com sobras

         



Por Zédejesusbarreto
A seleção passeou. Fez um bom primeiro tempo, dois gols e poderia golear, mas aliviou na segunda etapa, esnobando, abusando, em ritmo de treino, sem capricho e também sem se expor muito. Um bom triunfo, mas sem brilho. O time jogou o suficiente para manter a invencibilidade, os 100 por cento de aproveitamento (oito triunfos seguidos) e a liderança folgada na competição.

*
Classificação:
Brasil na frente com 24 pontos; Argentina com 18, Uruguai (15), Equador e Colômbia (13).
**
O abacaxi da FIFA
- Depois da suspensão do jogo Brasil x Argentina, fim de semana em São Paulo, com a intervenção dos agentes da Anvisa no gramado aos 5 minutos de partida, a FIFA ainda não decidiu o que fazer com a lambança. Três hipóteses:
- Punir os argentinos milongueiros com a perda dos pontos da partida, por tentaram ludibriar as leis e exigências sanitárias brasileiras pondo em campo atletas que não estariam aptos para jogar, sequer para entrar no país. Três pontos, uma espécie de ‘W O’ por abandono, por terem se recusado a jogar.
- Punir com a perda de pontos o Brasil, pela presepada circense patrocinada pela CBF, sim, pois não soube administrar o problema (com a Anvisa e a delegação portenha) e assim não conseguiu realizar o espetáculo como determina a FIFA e era responsabilidade da entidade.
- Ou fica tudo no aconchambramento e teremos nova partida; quando e onde?
**
Na Arena Pernambuco
- Noite limpa no Recife, belo gramado, arquibancadas vazias, valendo pela 10 ª rodada da competição. Fora de campo, antes do jogo, o carinho caloroso dos pernambucanos com a nossa seleção.
Bola rolando ...
Os peruanos começaram marcando na frente, encarando, tentando dificultar a troca de passes dos brasileiros, bem mais qualificado com a presença de Gerson, Everton Ribeiro, Paquetá e Neymar.
- Aos 9’, Gerson foi lançado em profundidade e entrou de cara mas na finalização, forte, carimbou o goleiro que saiu bem e evitou o gol.
- Gol ! 1 x 0 Brasil, Everton Ribeiro, escorando de frente uma jogada de Neymar pela esquerda, brigando pela bola e indo à linha de fundo. O VAR foi consultado e validou o lance, sob reclamações dos visitantes. Aos 15 minutos.
Os canarinhos (de camisa amarela) no ataque, pressionando, controlando as ações, ditando o ritmo. O Peru correndo, marcando, dificultando mas sem incomodar na frente. Aos 38’, três jogadores peruanos com cartões amarelos, todos por faltas duras em Neymar, já mais leve e querendo jogo.
- Gol ! 2 x 0 , Neymar, aos 40’, só completando na pequena área uma bola sobrando, depois de um bombardeio do time brasileiro, com participação de Gabigol e Everton Ribeiro.
No primeiro tempo o Brasil se impôs, fez dois e sobrou em campo.
*
Segunda etapa:
- Logo aos 40 segundos, Gabigol recebeu livre, de frente, na grande área e bateu de prima, de canhota, mas perdeu o gol, errou o alvo. O Brasil voltou em cima, forçando. Aos 3’, Flores tentou da entrada da área, pra fora.
O tempo foi passando, o Peru pondo sangue e folego novos em campo, guerreando, e o Brasil sem forçar o ritmo, meio que displicente. Mais equilibrado, então. Daí, Tite decidiu mexer. Pôs Daniel Alves no lugar de Danilo e Mateus Cunha no lugar de Everton Ribeiro. Depois, Bruno Guimarães no lugar de Casemiro.
- Aos 26’, Costa arriscou de longe, Wéverton deu um tapa, por cima. Neymar abusando do individualismo, errando muitos passes, perdendo bolas bobas no segundo tempo (ainda fora de forma?). Aos 30’, Neymar arrancou pela direita, mesmo acossado foi ao fundo e cruzou rasteiro, Mateus Cunha não conseguiu finalizar bem.
Depois dos 35’, Edenílson e Hulk nos lugares de Gerson e Gabigol. Aos 40’, um bombardeio brasileiro, mas o gol não saiu. Aos 41’, Hulk recebeu na esquerda e bateu forte, cruzado, por cima. Daniel esbanjando técnica e talento, ainda.
*
Destaques
Muito boas atuações de Gerson, Everton Ribeiro, Militão, Paquetá e Daniel Alves - deu show depois que entrou. Neymar mais uma vez bem abaixo do que pode e sabe fazer, fora de ritmo, sobrando em soberba e individualismo, sobretudo no segundo tempo.
*
Escalações
- Brasil : Wéverton, Danilo, Militão, Lucio Veríssimo e Alex Sandro; Casemiro, Gerson, Paquetá e Everton Ribeiro; Neymar e Gabigol. Treinador, Tite.
- Peru : Gallese, Advíncula, Santamaria (Ramos), Callens e M Lopez; Tápia (Cartagena), Yotún (Costa) , Carillo, C Gonzales, Cueva (Flores) e Lapadula. Treinador, Gareca.
- Arbitragem do colombiano Wilmar Roldan.
**
Outros jogos da noite de quinta pela 10ª rodada das eliminatórias Copa/Catar:
- Paraguai 2 x 1 Venezuela; Uruguai 1 x 0 Equador; Colômbia 3 x 1 Chile; Argentina 2 x 0 Bolívia, com três gols de Messi, o genial ‘La Pulga’ (agora no PSG ao lado de Neymar).
**
Os dois próximos jogos do Brasil (além do polêmico e indefinido confronto com a Argentina) serão contra Uruguai e Colômbia, no começo de outubro.
**
A dupla BA VI
- O Vitória joga nesta sexta-feira, às 19 h, no Barradão, contra o Remo/PA, pela 23ª rodada
- No sábado, o Bahia encara o Santos, na Vila Belmiro, às 21h, pela 20ª rodada.

**