”Infelizmente os baianos têm convivido com o aumento da violência em nosso estado”, diz ACM Neto





O presidente nacional do Democratas, ACM Neto, disse nesta terça-feira (5) que a violência tomou conta da Bahia de todas as formas, ao comentar a explosão da única agência bancária de Chorrochó. “Infelizmente, os baianos têm convivido com o aumento da violência em nosso estado. As explosões de agências bancárias, principalmente em cidades menores, que prejudicam a população mais carente, têm acontecido com muita frequência, e o governo pouco faz para conter a onda de violência”, disse o ex-prefeito de Salvador.

De acordo com o Sindicato dos Bancários da Bahia, a destruição da agência do Bradesco de Chorrochó foi o 40º ataque do tipo no estado desde o começo do ano, contra 17 registrados em 2020, um aumento de 135%. “Faltam pouco menos de três meses para acabar o ano e a tendência é que o número de explosões cresça ainda mais”, afirmou ACM Neto.

Além dos ataques a agências bancárias, ACM Neto disse ainda que a Bahia registra a maior quantidade de mortes violentas em todo o país (somente no ano passado foram 5.276 assassinatos). Outro dado que demonstra o aumento da violência no estado é o número de policiais assassinados este ano – 18, contra 13 no ano passado, de acordo com a Polícia Militar. “É uma vergonha a Bahia liderar as estatísticas de violência. Enquanto o país teve redução de 8%, na Bahia, o número de assassinatos só faz aumentar”, disse ACM Neto.