Vitória arranca empate com Avai mas situação continua complicada





Por Zédejesusbarreto
Um gol de Hítalo, já nos minutos finais, deu ao Vitória mais um empate (1 x 1), o 18º  na competição, resultado que significa uma sobrevida, um rasgo de esperança ainda numa possível permanência na série B. O Leão continua na 18ª posição, agora com 34 pontos, a quatro do Londrina e Brusque (o Brusque está fora da zona), times que ainda jogam na rodada. A situação do Rubro-negro segue nada confortável, até pelos confrontos que ainda restam (contra Vasco, CRB, Cruzeiro e Vila Nova) com a obrigação de vencer todos.

*

Classificação

 Neste instante, os quatro primeiros são: Coritiba (61 pontos ganhos, lider); Botafogo com  59;  Avai (57); CSA, Goiás e CRB com 54, cada.  Mas a rodada apenas começou.  

 Na parte de baixo, o Cruzeiro está em 14º com 40 pontos; a Ponte Preta tem 39, o Brusque e o Londrina (38); Vitória 34, Londrina 31 e, na lanterna, o Brasil de Pelotas, já desclassificado matematicamente, com apenas 23 pontos.

*

Ressacada

- Tempo bom, gramado bem cuidado, torcida pingada mas barulhenta nas arquibancadas. O Vitória todo de branco, e o Avaí de azul.

Com bola rolando ...

 O Avaí, brigando por classificação na parte de cima da tabela, em casa, foi pra cima, pondo pressão desde o começo. Ao Vitória, afundado na zona da degola, só um triunfo interessava, não podia ficar atrás. Prenúncio de jogo aberto e bom de ver.

- Aos 3’, Lourenço de falta já deu trabalho a Lucas Arcanjo, que espalmou no rodapé. Aos 12’, a resposta do Leão; Fernando Neto pegou rebote da entrada da área, meteu a canhota e o goleiro Gledson tapeou pra cima. Equilíbrio de ações: o Avaí trocando mais passes e o Vitória na correria, esticando mais as jogadas, explorando bem o lado esquerdo, com Roberto, Marcinho e a velocidade de David, enfiado na frente.

Muita marcação no meio campo e passes errados lá e cá. Raros lances de área e nenhuma chance clara de gol até os 30 minutos. Aos 35’, a melhor jogada do Avaí, tramando coletivamente para o arremate de frente de Lourenço, na meia lua; o chute passou por cima da ‘portera’ baiana. Aos 40’, em boa arrancada de Fabinho, pela direita, cruzamento de fundo, rasteiro, e Fernando Neto quase fez, de letra; bola raspou o poste catarinense.

- Gol ! 1 x 0 Avai, aos 44 minutos. Copete recebeu em profundidade, na área, nas costas de Roberto, deixou a cobertura de Thalisson na saudade e finalizou duas vezes para vencer o bom goleiro Lucas Aracanjo, abrindo o placar.

*

Primeira etapa equilibrada, mas um placar indigesto para o Leão, levando gol no final. Vai ter de sair inteiro, pro tudo ou nada na segunda etapa.

*

 Com os mesmos atletas em campo, sem modificações na escalação, o Leão tentou o caminho que lhe restava e cabia: postado mais na frente, ofensivo, marcando na frente e buscando o gol de empate, meio afobadamente, às vezes. O time da casa na manha, sem pressa, valorizando a posse de bola e esperando a chance para matar o jogo. Sem predomínios. O tempo passando, 20 minutos, o Leão tentando, mas nada acontecia.

  Claudinei quebrou o ritmo do Leão, com três substituições, aos 20 ‘: Vinicius Leite, Valdívia e Marcos Serrato em campo. Wagner respondeu com Soares e Alison no gramado. O Rubro-negro precisava finalizar, chutar em gol. Dpois dos 25, o Avai mais fechadinho, atrás, e o rubro-negro começou a alçar bolas na área inimiga e tentar de longe.

  - Aos 31’, Fernando Neto tentou de canhota, colocado, da entrada da área, passou raspando.  Aos 34’, falta frontal, quase na risca da meia lua, em favor do Leão, todo no ataque; desperdiçada por Soares. Aos 36’, Raul Prata tentou, novamente fora. O time da casa parecia encurralado, gastando tempo apenas. Aos 41’, Edilson arriscou de muito longe, cobrando falta, e errou o alvo.

 - Gol ! 1 x 1, Vitória, aos 45 minutos. Bola esticada nas costas da zaga, Hítalo livrou-se do corpo a corpo com Iuri e bateu, livre, na saída do goleiro. O VAR foi chamado, houve reclamações de falta do atacante na disputa com o zagueiro, mas o gol de empate do Vitória foi confirmado.   

  Um corre-corre, lá e cá, até os 52 minutos. Outro empate do Leão.  

*

Destaques

Louve-se a luta, a entrega de todos. Fernando Neto foi o mais efetivo.

*

Escalações

O Avaí:  Gledson, Edilson, Alemão, Betão e Diego Renan (Iuri); Lourenço (Serrato), Jadson (Valdívia), Jean Cleber (Vinicius Leite); Copete, Getúlio e Rômulo (Felipe Saraiva).  Treinador, Claudinei  Oliveira

O Vitória: Lucas Arcanjo, Raul Prata, Wallace, Thalisson e Roberto; João Pedro, Fernando Neto (Cedric),  Bruno (Soares); Fabinho (Hitalo), David (Manoel) e Marcinho (Alison). Treinador, Wagner Lopes

- Arbitragem de Felipe Fernandes de Lima/MG, com VAR.  

*

Pela rodada 35, o Vitória encara o Vasco, em São Januário, na quarta-feira, dia 10, às 21h30.

*

Outros jogos do dia da rodada 34:

- CSA  2 x 0 Remo; Londrina x Cruzeiro, às 21h30 de sexta.  E a rodada segue no fim de semana.

**

 Pela Série A, precisando vencer, o Bahia recebe o São Paulo na Fonte Nova, na boca da noite de domingo.

**

  Luto

  Tristeza com a morte da cantora e compositora Marília Mendonça, 26 anos, num acidente aéreo, interior de Minas, na tarde dessa sexta.