HEC e Hospital Albert Einstein firmam parceria focada na redução da mortalidade materna na Bahia





Para reduzir as causas de mortalidade materna na Bahia, o Hospital Estadual da Criança (HEC), através da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), firmou uma parceria com o Hospital Albert Einstein para execução conjunta do Projeto Todas as Mães Importam. O plano de trabalho, iniciado em Julho deste ano, tem como objetivo reduzir as causas da mortalidade materna em 30%, atuando nos principais motivos: hemorragia, hipertensão e infecção.

A Equipe da Assistência do HEC recebeu a primeira visita presencial das representantes do Hospital Albert Einstein, a médica Renata Delphim e a enfermeira Regiane Oliveira. Na oportunidade, junto à Equipe do HEC, elas realizaram uma visita técnica e alinharam as principais ações que serão desenvolvidas na unidade nos próximos seis meses.

Para Lívia Leite, Diretora Operacional do HEC, “este é mais um projeto fundamental para nossa unidade, principalmente por podermos contribuir com a redução da mortalidade materna na Bahia, e irá proporcionar uma troca de experiência, agregando a expertise do Einstein em garantir um cuidado mais seguro e consequente redução da mortalidade materna”.

De acordo com Larissa Paiva, enfermeira coordenadora do Projeto no HEC, “a equipe assistencial da Maternidade do Hospital já vem atuando no Projeto Todas as Mães Importam, implementando, por exemplo, o Escore de Alerta Precoce de Deterioração Obstétrica, que visa identificar a paciente que possui um risco elevado para agravamento obstétrico, atuando na prevenção e tratamento precoce, a fim de evitar o óbito da gestante ou puérpera”.

Além do HEC, unidade gerida pela Liga Álvaro Bahia (mantenedora do Hospital Martagão Gesteira), o Projeto também inclui cinco maternidades de Salvador, além de 12 Unidades de Saúde da Família (USFs), sendo duas também de Feira de Santana.