Após ser acusada de racismo, XP fará programa com cotas para negros





A XP lançará nas próximas semanas um programa de formação de assessores de investimento com exclusividade para pessoas negras.

O programa é uma resposta a imagem de um evento da Ável Investimentos, escritório ligado à XP, onde é possível ver muitos homens brancos, jovens e sem nenhum negro. A imagem viralizou pelas redes sociais e a companhia foi acusada de racismo.

Além da capacitação, a XP vai custear as certificações exigidas para atuar na carreira financeira e encaminhar os profissionais para seleção de vagas nos escritórios autônomos da rede de parceiros da XP.

A empresa oferecerá 600 vagas para os cursos do programa, que recebeu o nome de “Vem Transformar”. Os aprovados na prova da Ancord (Associação Nacional de Corretoras e Distribuidoras de Títulos e Valores Mobiliários), vão ser encaminhados para os processos seletivos dos escritórios.

Marta Pinheiro, diretora da ESG da XP, disse a Folha de S. Paulo que a empresa quer mudar a sua fotografia.
Foto: © Reprodução/Instagram @xpinvestimentos