OAB: Chapa União pela Advocacia rebate acusação





A chapa União pela Advocacia, em nota enviada para o Notícia Capital, informoui que não há nenhuma irregularidade no envio de e-mails para advogados com material de campanha. Diz que esse envio é permitido, conforme o art.10, §6º, inciso I, do Provimento nº 146 do Conselho Federal da OAB, que dispõe sobre as normas eleitorais da instituição. O texto diz que “é permitida a propaganda, mediante o envio de cartas, mensagens eletrônicas (e-mail), mensagens instantâneas para telefones celulares (WhatsApp) e "torpedos" (SMS e MMS) aos advogados”.

A chapa de oposição às eleições da Ordem dos Advogados havia denunciado, ontem, que a Uniçao havia enviado propaganda irregular para advogados inscritos na ordem.

Portanto, esclarece, o envio de e-mails é apenas mais um canal de comunicação de campanha, da mesma forma que as redes sociais e os aplicativos de mensagem. A chapa União pela Advocacia segue primando por uma campanha ética, limpa e propositiva, dentro do que prevê o regimento eleitoral da OAB, com a certeza de que os advogados saberão escolher o melhor projeto e as melhores propostas para construir um novo tempo na advocacia baiana. A chapa é formada por Daniela Borges e Christianne Gurgel