Daniela Borges apresenta propostas e reforça momento histórico das eleições na OAB-BA





Candidata à presidência da OAB da Bahia, a advogada Daniela Borges participou na segunda-feira (22) do último debate entre os postulantes ao comando da seccional baiana, promovido pela TV Band. Apesar dos ataques dos adversários, Daniela se concentrou na apresentação de propostas para a advocacia no próximo triênio e reforçou o momento histórico vivido pela instituição.

A advogada destacou que sua candidatura ao lado de Christianne Gurgel, que concorre a vice-presidente na chapa União pela Advocacia 86, representa um marco na OAB-BA. “Essa é a primeira vez que a OAB da Bahia pode ser comandada por duas mulheres. Estamos unindo em nossa chapa candidatos que vivem as diversas realidades da advocacia, com ampla representação da jovem advocacia e de advogados que se autodeclaram negros. Temos nessa união o compromisso com as transformações que a nossa classe precisa”, apontou.

Durante o debate, Daniela Borges apresentou algumas de suas propostas para as advocacias trabalhista e previdenciária. Conforme explicou, as propostas buscam, principalmente, dar mais celeridade aos processos nessas áreas, o que reflete também em uma de suas principais lutas, que é a melhoria da prestação do serviço jurisdicional como um todo na Bahia. A advogada reiterou ainda a luta pela defesa das prerrogativas e por uma remuneração digna dos profissionais do Direito.

Em um dos questionamentos, Daniela pôde falar sobre uma das bandeiras que marcam a sua trajetória na advocacia, que é a luta pela valorização da mulher advogada. “Essa é uma luta de homens e mulheres unidos por uma advocacia cada vez mais fortalecida”, disse.

Daniela ressaltou que as mulheres vivem os desafios comuns do dia a dia da profissão, mas também encaram desafios específicos pelas questões de gênero. “As mulheres, hoje, representam mais da metade do número de inscrições na OAB. Por isso, é importante termos políticas para enfrentar esses desafios”, afirmou a candidata, que preside a Comissão Nacional da Mulher Advogada e liderou a aprovação da política da paridade de gênero, obrigatória para todas as seccionais já nestas eleições.

Votação na capital e no interior

Na próxima quarta-feira (24), as eleições que vão definir os representantes da OAB da Bahia para o triênio 2022-2024 acontecem em Salvador e nas subseções da instituição no interior, das 9h às 17h. Na capital, a votação será no Centro de Convenções, no bairro da Boca do Rio, enquanto no interior, serão 42 pontos distribuídos nas 36 subseções.

Daniela Borges e Christianne Gurgel são as primeiras mulheres a concorrem juntas aos cargos de presidente e vice-presidente da OAB da Bahia, em 90 anos de história. Essa pode ser também a primeira vez que a seccional baiana terá uma liderança feminina no cargo de presidente.