Bahia venceu o Fluminense e renova esperança da torcida





Por Zédejesusbarreto
O Bahia fez um ótimo primeiro tempo, dois gols, e dessa vez soube segurar a vantagem até o final, poderia até ter ampliado (2 x 0). O torcedor fez a festa na Fonte, o time dorme fora da zona de rebaixamento e segue na briga contra o rebaixamento, agora torcendo contra Cuiabá e Juventude, apostando num triunfo contra o Fortaleza, lá, no próxima quinta, rodada final.

*
O Grêmio empatou com o Corínthians e ficou com seus 40 pontos, na zona, praticamente rebaixado. Juventude e Cuiabá têm 43 pontos mas ainda jogam, nesta segunda-feira – Juventude fora de casa contra o São Paulo e o Cuiabá, em casa, contra o Fortaleza. O Bahia chegou a 43 pontos e tem mais triunfos que o Juventude e o Cuiabá. O São Paulo tem de vencer o Cuiabá, pois tem 45 pontos e ainda periga.
A rodada final promete, pois, muitas emoções.
*
Fonte Nova
- Choveu e trovejou desde a madrugada do domingo, dia 5, o pós Santa Bárbara. Eparrei! À tarde, céu nublado mas a chuva cessou e a Fonte encheu... de gente (cerca de 30 mil nas arquibancadas) cheia de esperanças num milagre. Era vencer ou vencer o Flu/Rio.
- Penúltima rodada. O Fluminense brigando ainda por um espaço entre os que vão disputar a Libertadores da América em 2022; o Bahia no desespero tantando sair da zona da degola, os quatro últimos da tabela, que leva a desclassificação para a Série B, paroano.
- Gramado molhado, liso, escorregadio, mas em boas condições de jogo. Um duelo de tricolores. O baiano vestido com camisas listradas e calções em azul; e o carioca todo de branco. O Bahia entrou em campo com o Hino do Senhor do Bomfim no som ambiente do estádio.
*
Com bola rolando ...
O Fluminense começou a todo vapor, com Luis Henrique infernizando e Fred desperdiçando uma clara chance, de cara, livre na linha da pequena área, antes dos dois minutos. Aos 3’, após falta alçada, Gilberto tentou de voleio e errou por muito. Começou em ritmo intenso, muito corrido e tenso, com faltas seguidas. Muita disputa pela bola, marcação forte. Dai em diante, só deu Bahia.
- Aos 5, Rodriguinho arrematou na entrada da área, a bola desviou no caminho, a escanteio. Aos 8’, bola no braço do zagueiro do Flu, os baianos querendo pênalti, o árbitro não deu, Guto foi à loucura na beira do gramado (e o VAR?). Aos 10’, belo voleio de Rossi, da meia lua, pegando o rebote, o goleiro Marcos Felipe, espalmou. Aos 15’, Rossi tentou encobrir o goleiro, de cabeça, mas perdeu a chance. Aos 16’, novamente Rossi, recebendo de Gilberto na área, uma bomba ! Outra defesaça do goleiro do Flu.
Até os 20’, o Bahia imprimiu, impôs um ritmo forte, atacaou e criou boas chances, mas não fez. O Fluminense suportou bem e foi acalmando, quebrando o tesão dos baianos, aos poucos, valorizando a posse da bola. Aos 28’, cruzamento rasteiro de Maytheus Bahia na pequena área inimiga, apareceu o bom e jovem goleiro Marcos Felipe. Aos 29’, Nino cruzou, Rodriguinho testou acossado, fora, escanteio.
- Aos 35’, escanteio cobrado da direita, o becão carioca Lucas Claro tirou a bola de mão, no alto, e o árbitro viu, marcou o pênalti. Olha o VAR ! Confirmado.
- Gol ! 1 x 0 Bahia, Gilberto, aos 38’. Bateu firme, rasteiro, no canto, sem defesa, abrindo o placar.
- Gol ! 2 x 0 Bahia, Gilberto ! aos 45 minutos. E que galaço! O artilheiro recebeu em profundidade de Patrick, no contragolpe, entre os zagueiros, viu o goleiro saindo e meteu por cima, da intermediária ... com categoria!
*
Só deu Bahia no primeiro tempo. Só o Bahia finalizou, teve mais posse de bola e ditou o ritmo, intenso. O Flu fez 11 faltas, o time baiano só duas. Um jogaço do time de Guto nesses 47 minutos iniciais!
*
Segunda etapa: Marcão mexeu, pôs Martinelli no lugar de André, e Casales no de Caio Paulista. O time carioca foi inteiro pra cima. Aos 3’, numa bola atrasa para o goleiro, Rossi chegou junto, dividiu, mas prevaleceu Marcos Felipe na jogada.
- Aos 7’, Martinelli tentou da entrada da área, rasteira e Danilo Fernandes quase papou um frangaço; a bola passou entre as mãos, bateu na trave e... Luis Otávio, bem colocado, espanou ! Ufa. O Bahia mais retraído, o Flu agora com mais posse de bola.
Capixaba no lugar de Rodriguinho, aos 14’. Aos 15’, falta alçada, Luis Henrique triscou de cabeça e a bola raspou o poste de Danilo. Susto! Aos 17’, Capixaba recebeu pela esquerda, em profundidade, livre, bateu forte e Marcos Felipe salvou, a escanteio.
Rossi e Manoel discutem se agarram e vão expulsos, ambos. O árbitro viu tudo. O jogo fica nervoso, encrespado. Cartões amarelos ... O FLu perde Fred e Yago para a rodada final. 30 minutos.
Mateus Ferraz , Bombadilla e Lucca no Fluminense de Marcão, ao tudo ou nada. Ronaldo no lugar de Raí e Rodallega no de Gilberto. Aos 38’, Ranielli, e Guedes no Bahia. Guto tentando amarrar a partida, segurar a possível pressão do adversário e o placar. Aos 47’, num contragolpe, a chance de ampliar, mas Guedes entrou de cara e chutou pra fora.
Valeu !
*
Destaques
Gilberto, pelos dois gols, a pintura do segundo, e um ótimo primeiro tempo, participativo. Rossi foi um monstro na primeira etapa, lutando, brigando, chutando... mas foi expulso infantilmente na segunda etapa, aos empurrões com Manoel. Será um grande desfalque contra o Fortaleza. O miolo de zaga bem plantado, Nino com vontade, Patrick...
A postura coletiva e a competitividade da equipe.
*
Escalações
- O Bahia de Guto Ferreira: Danilo Fernandes, Nino Paraíba, Conti, Luis Otávio e Matheus Bahia (Guedes); Patrick, Edson (Ranielli) e Rodriguinho (Capixaba); Raí, Gilberto(Rodallega) e Rossi (expulso).
- O Fluminense do treinador Marcão: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Manoel, Lucas Claro e Danilo Barcelos; André, Welingnton e Yago; Luis Henrique, Fred e Caio Paulista.
- Arbitragem paulista, com Luis Flávio de Oliveira no apito/ VAR.
*
Na rodada derradeira, fechando a temporada, o Bahia encara o Fortaleza, já classificado entre os que vão para a Libertadores/2022 e em grande fase, lá no Ceará.
**
Outros jogos da rodada:
- Atlético MG 4 x 3 Bragantino (o Galo já Campeão fazendo a festa da taça em casa, diante de 60 mil torcedores no Mineirão); Corínthians 1 x 1 Grêmio; Ceará x América MG (à noite).
- Na segunda-feira: São Paulo x Juventude; Athlético PR x Palmeiras; Flamengo x Santos; Internacional x Atlético GO; Cuiabá x Fortaleza; Chapecoense x Sport.
*
- A rodada final (38ª) será na quinta-feira próxima; todos os jogos às 21h30.

**
Foto: EC Bahia