População de Lauro de Freitas abraça a campanha “SOS Chuvas”





Em ato de solidariedade aos baianos afetados pela forte chuva que atinge o interior do Estado, laurofreitenses se mobilizam para doar roupas, alimentos não perecíveis, além de materiais de limpeza e higiene, na campanha “SOS chuvas – juntos pela Bahia”, nos pontos de coleta montados pela gestão municipal. Um caminhão com os primeiros lotes de doações segue nesta quarta-feira (29) para Ilhéus.

As doações estão sendo acolhidas no Centro Administrativo de Lauro de Freitas (Calf), no Parque Shopping Bahia (Piso L2) e na Vila Armazém, na Av. Luís Tarquínio, até quinta-feira (30). A carreta que vai fazer o transporte das doações até Ilhéus é ação voluntária de uma empresária e foi batizada de Caminhão de Amor.

Durante todo o dia de hoje, foi grande o movimento nos pontos de doação. Para o casal formado pela comerciária Iná Ribeiro, 48, e o autônomo Jaime Ribeiro, 56, a ajuda representa uma ação de amor ao próximo. Eles deixaram a doação na manhã desta terça-feira (28), no centro comercial situado na Estrada do Coco.

“Ao saber da campanha, a gente resolveu vir aqui contribuir. Eu também aproveitei e já compartilhei a informação com as minhas clientes e para as pessoas que a gente conhece”, contou Iná.

Jaime fez uma reflexão. Ele comentou que situações assim fazem repensar os cuidados com a natureza e a preservação do meio ambiente. “É sobre poluição, a sujeira e o desmatamento. Infelizmente tudo isso reflete nas enchentes e no sofrimento do povo, mas bom que iniciativas assim ajudam a amenizar a situação crítica que atinge o interior da Bahia”, disse.

Quem também aproveitou a iniciativa nesta terça foi o empresário Eduardo Matos e a esposa, a também empresária Nora Matos. Ao depositar sua doação, Eduardo contou que a ação faz bem a ele, mas é ainda mais representativo para quem será beneficiado. “Sem dúvida, é ainda melhor para quem recebe e me faz sentir mais leve diante do peso de toda essa tragédia”.

Ele ainda fez um apelo para quem puder contribuir com a “SOS Chuvas – juntos pela Bahia”: “A situação está crítica. Tem milhares de pessoas precisando da nossa ajuda. Se você pode doar uma roupa, um sapato, um alimento, venha. Toda ajuda, por mais simples que seja, faz muita diferença para aqueles que perderam tudo por causa das chuvas”, conclamou.

Com mais de 100 municípios em situação de emergência, os reflexos da chuva no estado já vitimaram 21 baianos, deixaram 358 feridos, mais de 31 mil desabrigados, cerca de 31 mil desalojados e atingiu mais de 470 mil pessoas, de acordo com dados da Superintendência de Proteção e Defesa Civil (Sudec).