CEJVA concorre ao Prêmio Innovare com o projeto voltado às escolas para a redução da violência





O Centro de Estudos Jurídicos Vivaldo Amaral (CEJVA) vai concorrer ao Prêmio Innovare com o Projeto “Controle Informal de Criminalidade através da Educação, Cultura e inclusão social, à população em vulnerabilidade econômica”. Este conta com a parceria do Escritório Advocatício Vivaldo Amaral, além da Associação de Magistrados da Bahia e do Rotary Club da Bahia.

O Projeto tem como objetivo o controle informal de criminalidade através da educação, cultura e inclusão social, como ferramentas modificativas e comportamentais oferecidas aos estudantes, e suas famílias, que vivem em situação de vulnerabilidade econômica.

A ideia é conscientizar alunos e familiares, dos seus direitos e obrigações gerados pela insegurança e violência nas escolas, suas consequências e riscos. Além de implantar uma nova cultura ético-comportamental, noções de cidadania, empatia, solidariedade e probidade, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico pessoal e da comunidade local, tendo como base, a segurança pública.

O projeto já realizou no Colégio Rotary palestras educativas apresentando exemplos do cotidiano de pessoas bem-sucedidas emocional e economicamente, que optaram por ter uma postura ética, em contraste com a realidade das pessoas que se deixam levar por ideias e comportamento conflituosos. A proposta é levar as palestras para outras escolas públicas e privadas.

Além disso, serão realizadas lives voltadas a conscientização de adolescentes e jovens adultos em idade escolar, com o propósito de aumentar o conhecimento e reflexões sobre os cenários atuais, político, econômico, educacional, social, dentre outros, com o objetivo de mitigação e redução do aumento da violência e criminalidade nas escolas.

Prêmio Innovare

O Instituto Innovare é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivos principais e permanentes a identificação, premiação e divulgação de práticas do Poder Judiciário, do Ministério Público, da Defensoria Pública e de advogados que estejam contribuindo para a modernização, a democratização do acesso, a efetividade e a racionalização do Sistema Judicial Brasileiro.

O Prêmio Innovare deste ano terá o tema “Educação e Cultura: o futuro do país”. Ele tem como objetivo identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da Justiça no Brasil.
Participam das Comissão Julgadora do Innovare ministros do STF, STJ, TST, desembargadores, promotores, juízes, defensores, advogados e outros profissionais de destaque interessados em contribuir para o desenvolvimento do nosso Poder Judiciário.