Vasco tenta reverter mudança de data e horário do jogo contra o Bahia





A CBF atendeu à recomendação da Polícia Militar e transferiu o jogo entre Vasco e Bahia de domingo para a próxima segunda-feira. A decisão surpreendeu o clube carioca, que tenta dialogar com CBF, FFERJ e Polícia Militar para encontrar uma solução para reverter "essa situação que desvaloriza a competição".

Com isso, a direção cruz-maltina acredita que a mudança traz prejuízos esportivo e financeiros, e prejudica o torcedor, que já estava preparado para iniciar a compra dos ingressos e se deslocar de outros lugares do Estado para acompanhar a partida na Colina Histórica.

O argumento da CBF foi que a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro - BEPE - pediu a transferência da partida para segunda-feira para não haver dois jogos na cidade no domingo. Nesta data, o Botafogo medirá forças com o Fortaleza, no Estádio Nilton Santos.

Invicto, o Gigante da Colina soma dez pontos e ocupa a quinta colocação da competição. O duelo contra o líder, Bahia, é essencial para o time tentar entrar pela primeira vez no G4 e encostar na ponta da tabela.

Confira a nota do Vasco na íntegra

O Vasco da Gama informa que foi surpreendido com a decisão da CBF de, no meio da noite de ontem, alterar o jogo diante do Bahia de domingo à tarde para segunda-feira à noite. O clube acredita que, além das perdas esportivas e financeiras, a mudança prejudica também seu torcedor, que já estava preparado para se deslocar de outros lugares do Estado e do país para São Januário no fim de semana. O Vasco está desde as primeiras horas da manhã de hoje fazendo gestões junto à CBF, FFERJ e Polícia Militar para encontrar uma solução para reverter essa situação que desvaloriza a competição, e que só traz prejuízos aos clubes, ao futebol e também ao Rio de Janeiro.
Do Lance