Vitória perde em casa para Botafogo e deixa o torcedor em desespero





Por Zédejesusbarreto
Frustrante, decepcionante e vergonhoso o resultado. O Vitória perdeu mais uma partida no Barradão, dessa vez para o sofrível Botafogo de Ribeirão Preto (1 x 0) com um gol já no finalzinho do tempo regulamentar. O time não evolui, apenas patina ali na beira da zona de rebaixamento para a série D, de forma incompreensível. É um corre, corre que nada produz, e a equipe em campo vai caindo de ritmo e, no final, a defesa entrega. Um desfecho já visto, recorrente, nada dá certo. Apenas 11 pontos ganhos, em 11 rodadas.

*

No Barradão

- Vitória e Botafogo de Ribeirão Preto em campo sob condições de pressão, ambos com 11 pontos ganhos, em 13 e 14º lugares. O time paulista estava sem vencer há 4 rodadas. O Leão tentando se reabilitar perante a sua torcida. Frustração.

- O Leão de rubro-negro, uniforme padrão; o Botafogo com branco predominante. Público razoável nas arquibancadas (cerca de oito mil presentes), fim de tarde com ventos de fim de outono, temperatura invernosa.

*

Com bola rolando ...

- Mal começou, o Leão foi pra cima, com ânsia, velocidade. Por volta dos 30 segundos, uma bomba de Sanches por cima, assustando os visitantes. Os 10 primeiros minutos de pressão total e domínio rubro-negro. Aos 9’, chute de Allan Pedro, defesa de Deivity.

- Aos 15’, Rafinha recebeu de Rodrigão e bateu de frente, da entrada da área, com perigo, a palmo do travessão. O Leão atacava, sem trégua, o Botafogo se defendia e procurava travar, quebrar o ritmo, aliviando o sufoco, gastando tempo. Aos 28’, primeiro bom ataque paulista, após um erro na saída defensiva rubro-negra; João Diogo bateu firme e quase a bola enganou Lucas Arcanjo. Susto. Dois minutos depois, outra finalização, de Xuxa, nova defesa de Lucas Arcanjo. Os visitantes já mais à vontade em campo.

- Por volta dos 35’, nova pressão do rubro-negro, escanteios, bolas alçadas, Deivity trabalhando. Aos 40’, Lucas Arcanjo salvou outro chute de longe, perigoso, dando rebote no pé do atacante; a zaga evitou o gol paulista. Aos 45’, quase gol do Botafogo.

*

O Vitória começou impondo ritmo, tentou mas não conseguiu furar o bloqueio dos paulistas, que começaram a gostar do jogo e, depois dos 30’, equilibraram e criaram boas chances de golear. Imprevisível.

*

No intervalo, o técnico Fabiano Soares tirou o lateral Iury e colocou o atacante Luidy, uma mudança ousada, ofensiva. Recomeçou igual, parelho. O torcedor tentando inflamar. Chances boas criadas, lá e cá. Jogo aberto. Os donos da casa com mais pressa, na correria, os visitantes mascando e chegando aos poucos com perigo. Aos 14’, Rafinha perdeu boa oportunidade, boa defesa do goleiro Deivity. O Leão em cima. A partida vai ficando tensa e pegada, cheia de alternativas, intensa e nervosa. Equilíbrio. Trinta minutos, o Vitória parecia mais inteiro fisicamente, porém errava muitos passes. O Botafogo já encolhido, mas vez em quando perigava em lances de contragolpes mais precisos.

- Dinei e Rodrigão, depois Tréllez na área inimiga, pedindo bolas alçadas naquela pressão final do rubro-negro, a torcida inquieta, 40 minutos e nada de gol. Mas, depois de um escanteio, a zaga baiana não resolveu, escancarada e ...

- Gol! 1 x 0 Botafogo, Marcel aos 44 minutos, de cabeça, livre, completando bola alçada.

Inacreditável! Descontrole no gramado e o torcedor arriou de vez as bandeiras nas arquibancadas.

*

- O Vitória escalado por Fabiano Soares: Lucas Arcanjo, Iury (Luidy), Marco Antonio, Danilo Cardoso e Sanches; Allan Pedro, Dionísio, Santiago (Alison); Rafinha, Rodrigão e Ruan (Dinei).

- O Botafogo/SP de Paulo Baier: Deivity, Vidal/Mateus, Marcel/ Erickson, Diego e Jean Victor; Tarick, Fillipe e Xuxa/Dudu; Bruno/ Delgado, João Diogo, Tiago Reis.

- Arbitragem do mineiro Vinícius do Amaral.

*

O próximo jogo do Vitória, pela 12ª rodada, é contra o Altos, no Piauí; Sábado, 25, às 19h.

**

- O Bahia joga na quarta-feira, dia 22, às 19h30, na Fonte Nova, contra o Athlético Paranaense, pela Copa do Brasil. É o primeiro confronto entre as equipes pelas oitavas de final da competição. Tem o jogo de volta, definitivo, em julho, no campo do Furacão.

- No sábado, dia 25, às 16h, tem Bahia x Novorizontino, na Fonte Nova, pela 14ª rodada do Brasileirão Série B.

**

Série A

No principal clássico da rodada/Série A, o Atlético, Galo Mineiro, ganhou com superioridade do Flamengo no Mineirão/BH – 2 x 0.

Palmeiras e Corinthians na cabeça da tabela, com 25 pontos ganhos; na cola, o Internacional com 24; Atlético MG e Athlético/PR com 21 pontos... (mas a rodada segue, em andamento)
Foto: EC Vitória